Desenvolvido há mais de 30 anos no Japão, por um quiroprata chamado Dr. Kenzo Kase.

A fita tem capacidade de esticar até 140% e, assim, permite o movimento livre em quem estiver aplicada. Dr. Kenzo Kase acreditava que os tecidos moles poderiam ser ajudados, através de um apoio ou suporte externo, e para isso seria necessário apenas uma fita ou banda elástica, que pudesse auxiliar a função normal dos tecidos. Porém, as existentes na época não apresentavam o resultado esperado, a maioria das opções limitava o movimento.

A partir de então, Dr. Kase iniciou pesquisas na busca por desenvolver uma fita elástica adesiva. Como resultado, obteve o Kinesio.

Primeiramente, a fita era utilizada apenas em clínicas de reabilitação. No entanto, em 1988, teve sua aparição internacional nas Olimpíadas de Seul, sendo comercializada no EUA em 1995 e na década seguinte no Brasil.

Kinesio Taping é um método de bandagem terapêutica, adesiva, elástica e porosa, tendo como principais objetivos o tratamento e prevenção de lesões. Este tipo de bandagem não contém substâncias químicas ou medicinais.

Um dos fatores de maior importância da fita é a versatilidade. Variando em como, onde e a tensão que a fita é aplicada, irá alterar o efeito do tratamento. A fita é de fácil aplicação, resistente (resiste a água), fácil remoção e adequada para pacientes de todas as idades.

Leave a Comment