É uma doença causada pela multiplicação anormal das células da mama, que forma um tumor maligno. O câncer de mama tem cura, se descoberto no início.

Uma entre oito mulheres desenvolvem a doença ao longo da vida. O Câncer de mama é o segundo tumor que mais acomete as mulheres, atrás somente dos tumores de pele. Porém é o mais temido, decorrente dos seus efeitos psicológicos e de auto-imagem.

Como ocorre?

A causa do câncer de mama não é conhecida. Qualquer mulher pode desenvolver a doença e, apesar de muito menos comum, homens também podem. Algumas mulheres são mais propícias a desenvolver câncer do que outras, se apresentarem os seguintes fatores:

– Casos de C.A de mama na familia
– Nunca ter tido filhos
– Ter tido o primeiro filho após os 30 anos
– Histórico de exposição à radiação
– Terapia hormonal (estrogênio)
– Ferimento no seio

Não há evidências definidas ainda que o uso de pílulas por um longo período de tempo pode causar câncer de mama, mas esta possibilidade continua a ser estudada.

Como detectar a doença?

Na maior parte das vezes o primeiro sinal do câncer de mama é um pequeno nódulo no seio. O nódulo é ou não acompanhado de dor que pode crescer lenta ou rapidamente.

Outros sintomas do câncer de mama incluem:

– Mudança de cor, enrugamentos ou elevação da pele em uma área do seio.

– Mudança do tamanho ou formato do seio.

– Secreção no bico do seio.

– Um ou mais nódulos nas axilas.

Como é feito o autoexame masculino?

Eleve o cotovelo e apoie a mão atrás da nuca. Com a outra mão, apalpe com atenção a mama e a axila, procurando caroços, secreções e alterações na forma do mamilo (bico retraído ou pele grossa e avermelhada).

Como é diagnosticado?

Para detectar precocemente o câncer de mama é preciso:

– Fazer um autoexame mensal;
– Fazer exame médico pelo menos uma vez ao ano;
– Fazer uma mamografia entre 35 a 39 anos de idade.

– Após os 40, realizar uma mamografia a cada ano.

– Se apresentar características de alto risco de câncer de mama, você deve começar a fazer mamografias regulares aos 35 anos ou menos.

A maior parte dos nódulos não é câncer. Na maioria das vezes eles são cistos com fluidos no tecido do seio que aumentam e diminuem com o ciclo menstrual. Mas todo nódulo deve ser avaliado. A avaliação normalmente envolve:
– um exame médico
– uma mamografia
– uma biópsia de agulha ou cirúrgica (estes testes devem ser feitos mesmo que o nódulo não seja visto na mamografia)

TOQUE-SE

Existe um método muito simples, prático e bem aceito pelas pacientes, o Autoexame das Mamas (AEM). É realizado pelas próprias mulheres, mas não é um método confiável, necessitando de exames adicionais. O AEM pode ser realizado a partir dos 20 anos de idade, porém preconizam-se após os 30 anos, mensalmente, até uma semana após a menstruação ou no mesmo dia de cada mês para mulheres que não menstruam.

E a fisioterapia?

A fisioterapia atua na orientação, prevenção e tratamento de algumas complicações que possam surgir, oferecendo portando melhor qualidade de vida a estas mulheres.

Leave a Comment