banner_mapeamento_cerebral

O que é?

O Mapeamento Cerebral avalia a quantidade de atividade elétrica de uma determinada região do cérebro. Proporciona uma avaliação mais precisa da atividade cerebral, dando uma visão gráfica mais apurada da localização de alterações elétricas.

Como é feito?

O EEG é realizado através da colocação de eletrodos no couro cabeludo, com auxílio de uma pasta condutora que, além de fixá-los, permite a aquisição adequada dos sinais elétricos que constituem a atividade elétrica cerebral. Inicialmente é feito um registro espontâneo da atividade elétrica cerebral durante a vigília (paciente acordado). Se possível, essa atividade é registrada também durante a sonolência e o sono. O registro em todos esses estados aumenta a sensibilidade do método na detecção de diversas anormalidades. Após o registro espontâneo, são realizadas as provas de ativação: hiperpnéia (o paciente realiza incursões respiratórias forçadas e rápidas, por 3 a 4 minutos) e foto estimulação intermitente (coloca-se, frente ao paciente, uma lâmpada que produz flashes com freqüências que variam de 0,5 a 30 Hz). O objetivo deste método é aumentar a sensibilidade do exame, bem como detectar alterações específicas que podem ser provocadas pelas provas de ativação.

É indicado para:

Suspeitas de alterações da atividade elétrica cerebral e dos ritmos cerebrais fisiológicos,epilepsia ou suspeita clínica dessa doença,pacientes com alteração da consciência e em avaliação diagnóstica de pacientes com outras doenças neurológicas (ex: infecciosas, degenerativas) e psiquiátricas.

Clique aqui

Vamos cuidar da saúde. Faça seu pré agendamento!