PGR e PPRA: entenda a relação

Saiba o que elas significam e como podem ajudar na Segurança do Trabalho

É fundamental, antes de mais nada, que uma empresa ofereça um ambiente seguro para os trabalhadores. E isso passa pelo PGR e PPRA. Porém, nem sempre há um embasamento sobre o assunto para evitar certos tipos de problema.

Portanto, acompanhe o texto e saiba a relação entre essas siglas e a Segurança do Trabalho.

O que é o PGR?

PGR é a sigla para Programa de Gerenciamento de Riscos, e tem como objetivo reduzir e manter controlado os riscos do ambiente de trabalho.

Ela está determinada na NR 1, no item 1.5, onde consta as determinações sobre o PGR e os deveres do empregador:

* Evitar todos os riscos que possam ser originados no trabalho;

* Identificar os perigos e possíveis lesões que podem ocorrer ao trabalhador;

* Avaliar os riscos existentes no local de trabalho, indicando o nível destes riscos;

* Classificar os agentes encontrados a fim de determinar a necessidade (ou não) de adotar medidas de prevenção e controle de riscos;

* Implementar as medidas, de acordo com a necessidade;

* Acompanhar essas medidas após serem implementadas, a fim de observar se ainda estão sendo suficientes para a proteção dos trabalhadores.

Também é importante que haja um inventário de riscos, pois nele será possível descobrir quais medidas de controle de risco deverão ser adotadas e de que forma isso irá proteger os trabalhadores.

O que é o PPRA?

PPRA é a sigla para Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e tem como norma regulamentadora a NR 9, que busca estabelecer a obrigatoriedade da elaboração e implementação do PPRA.

O foco é a preservação da saúde e integridade física dos colaboradores, podendo, através do programa, antever, reconhecer e avaliar cada um dos riscos de trabalho, que podem ser agentes físicos (ruídos, temperaturas, pressões anormais), químicos (substâncias, compostos ou produtos que entrem no organismo) ou biológicos (bactérias, fungos, parasitas, etc).

Como funciona o PPRA?

O PPRA não só antecipa, mas também reconhece os riscos, estabelece prioridades, metas de avalição e controle destes problemas. Portanto, é fundamental que o reconhecimento dos riscos contenha:

* Identificação;

* Localização das possíveis fontes geradoras;

* Identificação das possíveis trajetórias e dos meios de propagação dos agentes no ambiente de trabalho;

* Identificação das funções e determinação do número de trabalhadores expostos;

* Caracterização das atividades e do tipo da exposição;

* Obtenção de dados existentes na empresa, indicativos de possível comprometimento da saúde decorrente do trabalho;

* Possíveis danos à saúde relacionados aos riscos identificados, disponíveis na literatura técnica;

* Descrição das medidas de controle de risco já existentes.

Qual a relação entre PGR e PPRA?

Tanto o PGR quanto o PPRA buscam identificar, analisar, avaliar e controlar riscos de um ambiente. No entanto, o PGR é mais abrangente do que o PPRA, principalmente após o processo de reformulação das Normas Regulamentadoras, ocorrido em 2019.

Portanto, não fique na dúvida: realize todos os programas necessários para manter sua empresa em ordem e seus trabalhadores, seguros e em um ambiente com mais bem-estar.

Conte com o Grupo Chiba e tenha todo suporte necessário para estes procedimentos. Entre em contato e solicite o seu orçamento conosco!

8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo